Você está em:

Parlamento Jovem de Ouro Preto realiza Plenária Municipal

E-mail Imprimir PDF

Membros do Parlamento Jovem de Ouro Preto participam de reunião da Câmara
Parlamento Jovem de Ouro Preto
Plenária Municipal do Parlamento Jovem de Ouro Preto
Plenária Municipal do Parlamento Jovem de Ouro Preto
  • Anterior
  • 1 of 4
  • Próximo

Integrantes do Parlamento Jovem participaram da reunião ordinária da Câmara de Ouro Preto, na última quinta-feira (30), para apresentar aos vereadores as seis propostas aprovadas durante a sessão plenária do Parlamento Jovem, realizada na tarde anterior.

Na ocasião, foram discutidas e votadas 15 propostas, sugeridas pelos estudantes, sobre o tema do projeto deste ano: “Drogas: como Prevenir?”. As seis proposições aprovadas serão encaminhadas à Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

O Parlamento Jovem é voltado para alunos do Ensino Médio, com o objetivo de estimular a formação política desses estudantes. A iniciativa é uma ação da Câmara Municipal de Ouro Preto, em parceria com o Núcleo de Direitos Humanos da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), e a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

De acordo com o presidente da Câmara de Ouro Preto, vereador Maurílio Zacarias (PMDB), o envolvimento dos alunos nesses projetos é de grande importância para o município. “A participação dos jovens em trabalhos como o Parlamento Jovem desenvolve o nosso município”, enfatizou.

Uma das coordenadoras do Parlamento Jovem, Rigeli Mapa, acredita no crescimento dos jovens no decorrer das atividades do projeto. “Realizamos oficinas, seminários e visitas técnicas, com o intuito de possibilitar a evolução dos participantes. Estamos satisfeitas com o resultado e posso dizer que eles estão amadurecidos”, garantiu. Para o participante do Parlamento Jovem de Ouro Preto, Rafael Silva Dutra, o Projeto lhe possibilitou “a oportunidade de ter um senso crítico melhor”.

A sessão final do Parlamento Jovem acontecerá em agosto, no Plenário da Assembleia Legislativa, com apreciação e votação de um documento composto por propostas de ações para o Poder Público, sobre o tema “Drogas: como prevenir?”. O documento aprovado pelos representantes de cada município participante do Projeto será encaminhado à Comissão de Participação Popular da Assembleia.

Confira as propostas selecionadas pelo Parlamento Jovem de Ouro Preto - edição 2011

O tema do Parlamento Jovem deste ano é “Drogas: como Prevenir?”. O assunto foi dividido em três subtemas. As propostas escolhidas pelos participantes do programa estão listadas a seguir.

Subtema 1 - O jovem e o papel da sociedade:

1 - Estabelecimento de propagandas obrigatórias, que abordem o tema da prevenção às drogas, a serem divulgadas nos canais televisivos e nas redes sociais da internet. Estender as propagandas por toda a cidade: comércios locais, escolas, ruas e escolas.

2 - Maior fiscalização das forças armadas nas fronteiras, com o intuito de dificultar a entrada de todo e qualquer tipo de droga no território brasileiro.

Subtema 2 - O jovem e o papel da escola:

3 - Criação de um programa municipal, no qual todas as escolas de ensino fundamental e médio do município, sejam obrigadas a criar campanhas de conscientização sobre as drogas. A campanha deverá incluir aulas temáticas, que deverão ser acompanhadas pelos pais dos alunos, e que ocorram aos sábados do ano letivo, em horário extra classe.

4 - Inspeção obrigatória nas escolas, com os devidos equipamentos, como raio-X e presença de inspetores, com o intuito de evitar crimes relacionados ao porte ilegal de todo e qualquer material nocivo à vida, tais como drogas e armas em geral.

Subtema 3 - O jovem e o papel da família:

5 - Os municípios, por meio de assistentes sociais, deverão realizar pesquisas nos bairros e visitar as famílias, com o objetivo de conhecer os fatores de risco que podem levar os jovens ao envolvimento com as drogas. As pesquisas deverão ser encaminhadas ao poder público, que será responsável por criar meios de solucioná-los.

6 - Criação de uma central de atendimento à família - uma espécie de “Disk Ajuda”- para o qual familiares poderão ligar e procurar informações, assistência e encaminhamentos para o dependente químico.