Você está em:

Parlamento Jovem de Ouro Preto encerra atividades de 2011 com apresentação de resultados e encenação teatral

E-mail Imprimir PDF

Integrantes do Parlamento Jovem encenam peça teatral durante encerramento da edição 2011
Coordenadoras e integrantes do Parlamento Jovem de Ouro Preto 2011
  • Anterior
  • 1 of 2
  • Próximo
21-11-11

Na tarde da última segunda-feira (21), a Câmara de Ouro Preto, por meio do Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC), certificou 19 integrantes pela Conclusão do Projeto Parlamento Jovem de Ouro Preto – edição 2011 e cinco monitores da Ufop.

A Cerimônia, realizada no Teatro Municipal Casa da Ópera, contou com o lançamento da Revista Eletrônica do Projeto, disponível no site da Câmara:  www.cmop.mg.gov.br, no menu CAC/Parlamento Jovem/Revista Eletrônica. A Revista contém as principais atividades e ações desenvolvidas, ao longo do ano, pelo Projeto.

“Notamos um amadurecimento dos alunos durante o ano. Eles participaram efetivamente e elaboraram propostas coerentes e viáveis para o poder público sobre o tema que trabalhamos: 'Drogas: como prevenir?'”, afirmou a ex-coordenadora do Parlamento Jovem, Mariana Andrade. A atual coordenadora do Projeto, Rigeli Mapa, destacou a participação de Ouro Preto na Assembleia Legislativa de Minas. “Tivemos duas propostas que foram aglutinadas a outras no Documento Final votado na Plenária na Assembleia”, informou Rigeli.

Durante as atividades do Programa, os alunos participaram de oficinas, seminários, visitas técnicas e buscaram ser multiplicadores do aprendizado. Na Cerimônia de encerramento, apresentaram a peça “Quanto Vale a Sua Vida?” para o público presente, entre eles alunos de duas turmas da E. E. Dom Velloso. Esperamos continuar com o Projeto em 2012, preparando os nossos jovens para o futuro em sua formação política e cidadã”, declarou o presidente da Câmara de Ouro Preto, Maurílio Zacarias (PMDB).

O Parlamento Jovem foi realizado em parceria com o Núcleo de Direitos Humanos da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e com a Escola do Legislativo da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Neste ano, o Projeto contou com a participação de alunos do Ensino Médio das Escolas Estaduais de Antônio Pereira e de Santa Rita e da E. E. Dom Pedro II.