Você está em:

Câmara realiza audiência para debater sobre o Esporte de Ação em Ouro Preto

E-mail Imprimir PDF

O objetivo foi propor melhorias para o Esporte de Ação e o Espaço Urbano no município

Na última segunda-feira, 21 de setembro, a Câmara Municipal de Ouro Preto foi palco de uma Audiência Pública que discutiu sobre melhorias para o Esporte de Ação e o Espaço Urbano no município.Um dos temas em pauta foi a situação dos skatistas que lutam por um espaço para que eles possam praticar o esporte.

A ASKOP (Associação de Skatistas de Ouro Preto) apresentou o projeto de um skate park para o Complexo Desportivo da "Água Limpa". O estudante de arquitetura da UFOP (Universidade Federal de Ouro Preto), Júnior Cândido, skatista há 9 anos e autor do projeto falou sobre o objetivo da Audiência. “Viemos apresentar a proposta do projeto que elaboramos de acordo com as condições que a Câmara nos passou. Foi repassado pra gente que teria um espaço no Complexo Desportivo da “Água Limpa” no qual teria uma pista, mas que ainda não foi executado”, explicou.

O vereador Alysson Gugu (PPS) comentou a falta de um local para a prática de esportes na cidade. “Eu acredito que ainda está muito aquém do que o ouro-pretano precisa. Temos que entender ou implementar uma política pública que possa contemplar o esporte especializado, precisamos fazer isso de uma forma integrada. Percebemos que Ouro Preto não conseguiu progredir nessa área, a demanda cresce, as pessoas praticam esportes, mas elas precisam de um incentivo maior”, disse.

O vereador Chiquinho de Assis (PV), que presidiu a Audiência fez uma avaliação sobre o que foi debatido. “Há um fato inédito, pela primeira vez na história de Ouro Preto, os esportistas radicais se organizaram, estão com um projeto arquitetônico pronto para entregar para a prefeitura, com objetivo de ter uma pista de skate no Complexo Desportivo da "Água Limpa". Então, só não vai ser feito se o governo não quiser”, concluiu o parlamentar.

Além dos vereadores Chiquinho de Assis (PV) e Alysson Gugu (PPS), a Audiência Pública contou com a presença do professor de sociologia do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) e membro da ASKOP, Guilherme Leônidas; Júnior Cândido, autor do projeto do skate park; Renato Gomes, representante da BMX; Maurício Leonard de Souza, professor do Departamento de Arquitetura e Urbanismo da UFOP; e com os representantes da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, Paulo César Castor e o diretor administrativo, Geraldo Magela Teixeira, o “Ladinho”.