Você está em:

Reunião da Câmara discute sobre Carnaval, Conselho Antidrogas e projeto Vereador Estudante

E-mail Imprimir PDF

 

Vereador Alysson Gugu fala sobre o Carnaval 2017
A 11ª reunião ordinária da Câmara Municipal de Ouro Preto foi realizada na última terça-feira (7), com a discussão de várias indicações e requerimentos apresentados pelos vereadores.

Entre os temas discutidos, o Carnaval 2017 levantou vários apontamentos entre os edis presentes. O assunto foi suscitado pela indicação 39/2017 do vereador Alysson Gugu (PPS), que solicitou infraestrutura para o bairro Bauxita durante o período de folia. Regina Braga (PSDB), apesar de entender a importância do evento para a economia local, questionou o impacto do Carnaval para a população ouro-pretana, especialmente os idosos que, geralmente, precisam sair de suas casas por causa do barulho e da algazarra.

Gugu disse compreender que a situação é complexa e deve ser discutida entre todos os envolvidos (autoridades, associação de moradores, estudantes, entre outros) a fim de que a festa seja realizada da melhor forma possível. “Ouro Preto é uma única cidade, e precisamos conviver harmonicamente entre estudantes e ouro-pretanos, pois todos somos moradores do município”, apontou.

Outro ponto importante debatido durante a reunião foi o problema das drogas. “Estou assustado com o número de dependentes químicos em Ouro Preto, especialmente de jovens, que têm nos procurado em busca de ajuda”, afirmou o vereador Marquinho do Esporte (SD), autor da indicação 40/2017 sobre a necessidade de implantação do Conselho Municipal Antidrogas. Como o vereador Juliano Ferreira (PMDB) informou que o conselho já está instituído e funcionando, Marquinho pediu um maior apoio ao grupo e às suas ações. Também destacou a relevância de estudar a instalação de uma casa de recuperação em Ouro Preto.

Vereador Estudante
Em primeira discussão, foi votado o projeto de resolução que muda a redação do projeto Vereador Estudante. A iniciativa é do vereador Geraldo Mendes (PC do B) com vistas a atualizar o número de vereadores estudantes, passando para 15 titulares e 15 suplentes, conforme hoje funciona o quadro legislativo municipal.

O Vereador Estudante é um projeto do Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC) voltado para adolescentes de instituições de ensino da sede e dos distritos. A ação objetiva a estimular a participação de estudantes do Ensino Fundamental na prática legislativa do município e no exercício de cidadania.

As reuniões ordinárias da Câmara Municipal de Ouro Preto acontecem às terças-feiras, às 16h, e às quintas-feiras, às 9h. São públicas e transmitidas ao vivo pelo site da Câmara e via rádios e site parceiros.