Você está em:

Secretaria de Desenvolvimento Social, Habitação e Cidadania presta esclarecimentos na Tribuna Livre

E-mail Imprimir PDF

Presidente da Câmara, Wander Albuquerque; 1º secretário, Juliano Ferreira; secretária municipal de Desenvolvimento Social, Habitação e Cidadania, Luciene Andréia Barbosa Ribeiro; arquiteta Larissa Gatass de Lima
A secretária municipal de Desenvolvimento Social, Habitação e Cidadania, Luciene Andréia Barbosa Ribeiro, junto a arquiteta Larissa Gatass de Lima, utilizaram a Tribuna Livre na Reunião Ordinária dessa quinta-feira, 30 de março. O convite do Legislativo para a apresentação da secretária foi motivado pelo vereador Juliano Ferreira (PMDB), que queria saber mais detalhes sobre os projetos de habitação a serem implantados em Ouro Preto.

 

“O problema da habitação é crônico aqui em Ouro Preto. Além disso, habitação é direito constitucional. É uma luta de muitos anos, e, como é um governo novo, queremos buscar quais as prerrogativas que a prefeitura tem utilizado para resolver essa questão no município. Precisa ser resolvida rápido. Vou acompanhar os trabalhos tanto da Secretaria de Desenvolvimento Social, como da Secretaria de Fazenda”, explica Juliano Ferreira.

Luciene Andréia Barbosa Ribeiro fez um diagnóstico da pasta, relatando que há intenção de retornar  com as pessoas retiradas das casas que podem ser reformadas. “As questões habitacionais são sempre uma grande preocupação. Hoje, temos uma questão maior que é a habitação social, um deficit grande no município e uma preocupação do prefeito Júlio Pimenta. O intuito é poder levar as pessoas que foram retiradas por algum tipo de risco na edificação, por exemplo, de volta para suas casas. Que possamos fazer uma reforma, mas trazer essa família para sua casa”, explica.

Nessa empreitada, é importante também destacar os parceiros envolvidos na ação. “Essa é uma proposta técnica de atuação pulverizada no município junto às comunidades. É importante salientar que a gente não trabalha sozinho. Existe a parceria com as outras pastas, principalmente a Secretaria de Patrimônio e Cultura e a de Obras e Urbanismo, que fazem a fiscalização; a de Meio Ambiente,  na questão do esgoto, além da Defesa Civil”, salientou a arquiteta Larissa Gattas, que acompanha o projeto desde 2012.

Diversos vereadores fizeram questionamentos sobre o andamento das ações e projetos da Secretaria  de Desenvolvimento Social, Habitação e Cidadania de Ouro Preto. Os edis garantiram que vão continuar cumprindo o seu papel de fiscalizar as diversas pastas da prefeitura e declararam apoio às iniciativas que beneficiem diretamente a população, especialmente no caso da habitação.