Você está em:

Conheça o projeto Ouro Preto Sangue Bom

E-mail Imprimir PDF

O Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC), da Câmara de Ouro Preto, apresenta uma novidade entre suas ações voltadas para a comunidade. É o projeto Ouro Preto Sangue Bom. Trata-se de um cadastro de possíveis doadores de sangue no município.

A iniciativa é resultado do projeto de lei nº 63/2016, de autoria do vereador Chiquinho de Assis (PV), que objetiva criar cadastro do tipo sanguíneo dos ouro-pretanos para eventuais necessidades no município e região nos casos de hemoterapia.

Com isso, foi criado um Cadastro Municipal de Doadores de Sangue, que é gerenciado pelo CAC. Após o cadastro, que engloba pessoas de 17 a 65 anos, os doadores que se encaixarem nos pré-requisitos exigidos pelo Hemominas podem ser convocados para a doação. A coleta pode ser realizada por meio de agendamento individual ou coletivo. De acordo com o número de doadores, uma unidade móvel do Hemominas pode vir até Ouro Preto fazer a coleta ou os interessados podem ser encaminhados até Belo Horizonte.

O interessado deve procurar o CAC com comprovante de residência, documento oficial com foto e exame que comprove o tipo sanguíneo e que está livre de quaisquer patologias que impeçam a doação, tais como: hepatites B e C, aids, doença de chagas, for usuário de drogas ilícitas, ter tido malária ou ser portador de doenças ligadas ao vírus HTLV I e II. As crianças menores de 16 anos também podem se cadastrar com o acompanhamento dos pais ou responsáveis, que também assinam um termo de responsabilidade.

O CAC funciona de segunda a sexta, das 8h às 18h, no hall de entrada da Câmara Municipal. Mais informações: (31) 3552-8527.