Você está em:

Trilheiros do município motivam debate na Câmara de Ouro Preto

E-mail Imprimir PDF

Trilheiros ouro-pretanos participaram da reunião ordinária da Câmara Municipal de Ouro Preto dessa terça-feira (23). O tema da Tribuna Livre foi o evento Red Bull Minas Riders 2017, que a primeira etapa seria realizada em Ouro Preto. O prólogo da etapa aconteceu no dia 17 de maio, na praça Tiradentes. O enduro ainda passaria por várias cidades, mas após uma denúncia feita ao Ministério Público (MP), a competição foi interrompida na sexta-feira (19), em decorrência dos danos ambientais que poderiam ser causados, o que também resultou na apreensão de algumas motos.

“O evento da Red Bull é reconhecido nacionalmente e no âmbito mundial, sendo o segundo que tivemos no país. Viemos à Câmara para fazer um pedido de apoio aos vereadores para os trilheiros de Ouro Preto e região. Espero que tenha sido o pontapé inicial para uma revolução e que leve o caso a âmbito nacional e regularize o esporte”, afirma o trilheiro Luiz Henrique do Amaral Rolim (Kiko).

Durante a reunião, os parlamentares explicaram que a denúncia ao Ministério Público não foi feita por nenhum vereador e que alguns edis apenas sugeriram que o evento não fosse realizado em plena praça Tiradentes. “Não fomos contra a realização do evento em Ouro Preto, acho que esse tipo de espetáculo movimenta a cidade, hotéis, restaurantes, gera renda e oportunidades de trabalho. O que questionamos foi sobre a realização na praça, porque interfere no dia a dia das pessoas. A denúncia ao MP não partiu da Câmara e nem de nenhum vereador, tanto que a minha manifestação foi apresentada dia 16 durante a reunião, e a denúncia já tinha sido feita”, ressalta a vereadora Regina Braga (PSDB).

Do mesmo modo, o vereador Marquinho do Esporte (SD) também defendeu a realização da etapa do Hard Enduro em outro local, mas deixou claro que sempre será a favor da realização de eventos esportivos. “Esclarecemos para toda a população que o evento foi paralisado por causa de uma licença ambiental e não pelo nosso posicionamento. Sabemos que Ouro Preto tem muitas pessoas envolvidas nesse esporte, então, buscaremos medidas para que possamos normalizar essa prática, incentivando sempre o esporte na nossa cidade”.

Para aprofundar o debate sobre a regularização do enduro em Ouro Preto, o presidente da Câmara, vereador Wander Albuquerque (PDT), apresentou um requerimento solicitando a realização de uma Audiência Pública no Legislativo para discutir a prática e a viabilidade das atividades esportivas ou automobilísticas em locais não pavimentados no município. “Essa audiência é para reunir todos os órgãos responsáveis e envolvidos com essa modalidade, para que se possa regulamentar esse esporte em Ouro Preto, que é sadio e importante para o desenvolvimento do município”.

A data para a realização da audiência ainda não foi definida, mas será amplamente divulgada. Os parlamentares contam com a participação efetiva da comunidade ouro-pretana, de pilotos e de representantes do Ministério Público, Iphan e da Prefeitura.