Você está em:

Amarantina se destaca nos atendimentos realizados pela Câmara Itinerante

E-mail Imprimir PDF

Confecção de carteiras de identidade; emissão de CPF; cortes de cabelo; aferição de pressão arterial; orientações diversas sobre direitos dos idosos, das pessoas com deficiência, saúde bucal, agricultura familiar; exibição de filmes; oficinas; atividades recreativas e outros serviços. A população de Amarantina contou com tudo isso e outros serviços durante a Câmara Itinerante no distrito, realizada nessa terça-feira (7).

 

A Câmara Itinerante percorre todos os distritos ouro-pretanos, levando a reunião ordinária e os serviços do Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC) e de seus parceiros. Amarantina bateu recorde de atendimentos até o momento, sendo o distrito a receber o programa em 2017, o que demonstra o interesse da população em participar da iniciativa. No total, foram realizados 1285 atendimentos.

Nessa edição, o programa contou com a participação de um novo parceiro: o Superar Centro Profissionalizante, que levou seis alunos do curso de barbeiro que fizeram 35 cortes de cabelos durante a Câmara Itinerante. “É a primeira vez que trazemos nossos alunos do curso de barbeiro para atuarem na área e terem o conhecimento da prática de como trabalhar e conviver dentro de um salão. Eles estão acompanhados de um professor e realizaram cortes, tiraram dúvidas e ouviram dicas para fazerem o corte ideal. A nossa intenção é dar continuidade a essa parceria muito bacana, pois a nossa escola sempre faz ações sociais, que também servem de aprendizado e conscientização para nossos alunos”, explicou a coordenadora do Superar, Vitória Arcebispo.

Para o diretor da Escola Major Raimundo Felicíssimo, André de Castro Bernardes Barbosa, “a realização da Câmara Itinerante na escola é muito importante para a comunidade, pois as pessoas têm dificuldades de sair do nosso distrito e ir à sede; os horários, às vezes, não batem com o do transporte. Então, a Câmara vindo até o local favorece muito”.

Após as atividades, foi realizada a reunião ordinária dos vereadores, em que a população pôde utilizar a Tribuna Livre para fazer reivindicações e sugestões aos parlamentares, como fez a professora Cláudia Gontijo Ribeiro, que levantou a necessidade de uma quadra esportiva: “A escola não tem quadra para os alunos fazerem educação física. No projeto, ela seria construída no terreno atrás, onde foi construída a creche, com isso, a escola perdeu a quadra” Segundo ela, havia uma parceria com a pedreira que existe no distrito cuja terra resultante do seu processo produtivo seria utilizada para aterrar a área. “Há um tempo, tínhamos ganhado uma verba federal do Ministério da Educação para ser feita a cobertura da quadra; o meu questionamento é a demora. Porque está insalubre para os alunos ficarem aqui, tem muita poeira. Então, porque já existe a verba e ainda não começaram a obra?”. O presidente da Câmara, vereador Wander Albuquerque (PDT), explica que “A questão da quadra, é um recurso recém-recuperado que veio ano passado e o ex-prefeito não fez uso. Conseguimos, agora, uma parceria com a Pedreira Irmão Machado, que irá doar o piso e esse processo já está, inclusive, em licitação.”

Da mesma forma, o morador Sebastião Mauro Carneiro falou sobre a estrada que dá acesso ao distrito. “Esse primeiro acesso de Ouro Preto à Amarantina não existe trevo e lá acontecem muitos acidentes. Como muitas carretas que saem da pedreira fazendo manobras, a área ali é perigosa e temos que parar no acostamento para poder entrar em um espaço estreito. Tem que fazer um trevo, com saída e acesso, pois, a cada dia, o movimento está ficando mais intenso”. Segundo Wander Albuquerque (PDT), “o trevo de acesso é um sonho antigo da comunidade de Amarantina e, apenas neste ano, a Câmara se reuniu três vezes com o Dnit [Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes] que é o órgão responsável pela construção do trevo. Estamos aguardando, pois eles ficaram de fazer projetos e nós continuaremos cobrando”.

Ao final da reunião, os edis fizeram um requerimento e uma indicação, que serão encaminhados ao Executivo, solicitando informações e pedindo para que sejam atendidas as reivindicações solicitadas pelos moradores do distrito. Também foi feita uma representação que será encaminhada ao Dnit no tocante às melhorias entre a rodovia e o trevo que dá acesso a Amarantina.

A próxima edição da Câmara Itinerante acontece no dia 14 de novembro, terça-feira, em São Bartolomeu.