Você está em:

Câmara faz entrega da Medalha Mulher Destaque e reverencia mulheres de Ouro Preto

E-mail Imprimir PDF

 

Mara Simone de Lima discursando em nome das homenageadas
Para reconhecer e prestigiar mulheres que se destacam em diversas áreas (sociais, econômicas, políticas, religiosas, empresariais, filantrópicas, culturais e esportivas) do município, o Legislativo ouro-pretano realizou, na noite dessa segunda-feira (26), a entrega da Medalha Mulher Destaque 2018. Neste ano, a honraria foi entregue a: Cristina de Carvalho Martins; Eva da Costa Torres Santos; Leda Maria do Carmo Mendes; Lúcia de Fátima Magalhães Albuquerque Silva; Mara Simone de Lima; Maristela Moreira de Carvalho; Maura da Conceição Pedrosa; Terezinha Lobo Leite; e Vanusa Maria Silva Gomes. Já Mercês Pinto de Alcântara também foi agraciada, mas não pôde comparecer à cerimônia e receberá em uma nova data a ser agendada.

 

De acordo com o presidente da Câmara, Wander Albuquerque (PDT), “a medalha é o reconhecimento da Câmara de Ouro Preto pelos trabalhos prestados pelas mulheres, mostrando a sua força e importância na nossa sociedade. Por isso, mais um ano no qual a Casa presta essa bela homenagem”.

Oradora da cerimônia, Mara Simone de Lima recebeu a honraria por sua atuação como advogada e conselheira de ética da OAB subseção Ouro Preto e por sua militância no movimento feminista da cidade. “Minha atividade começou com o movimento Mulheres Unidas da Asapop (Muna) em 2016, onde conheci as meninas e começamos a trabalhar para a criação da lei que cria o Conselho Municipal das Mulheres. A partir daí, fui eleita presidente do órgão e continuei na luta com o movimento feminista. Precisamos de muita política pública para acabarmos com a desigualdade de gênero na cidade, que não é novidade, não é peculiaridade de Ouro Preto. Essa homenagem dá ênfase e razão para continuarmos na luta e é um incentivo sabermos que estamos no caminho certo”, salientou.

Única mulher da atual legislatura, a vereadora Regina Braga (PSDB) falou em nome dos vereadores: “temos a honra e o orgulho de fazer essa homenagem, reconhecendo o trabalho dessas grandes mulheres. Só temos a agradecer ao povo de Ouro Preto por nos dar essa oportunidade. Que Deus continue dando muita força e que elas sigam sempre em frente, nem um direito a menos. Nós, mulheres, já alcançamos muitas coisas, mas ainda temos um longo caminho a percorrer e muito a conquistar”.

A agraciada Lúcia de Fátima Magalhães Albuquerque Silva, juíza no município, foi homenageada pelo trabalho realizado no Poder Judiciário e por ser mentora e apoiadora de projetos sociais, em defesa de mulheres, crianças e adolescentes em Ouro Preto. Na cerimônia, ela defendeu especialmente investimentos na área da saúde para as mulheres do município. “Na verdade, estou dividindo essa homenagem com todos aqueles que precisam se deslocar até Belo Horizonte para fazer tratamentos oncológicos e quimioterapia, porque é um sacrifício muito grande. Para alguns serviços, por exemplo, hemodiálise, as pessoas vão fazer em Mariana, por que Ouro Preto não tem esses tratamentos? Eu não entendo, por isso eu fiz um alerta: está na hora de olhar para os pacientes oncológicos de uma forma especial”, ressaltou.

Representando o Executivo, o secretário municipal de Cultura e Patrimônio, Zaqueu Astoni, prestigiou o evento e parabenizou o Legislativo e as homenageadas. “Quero parabenizar a Casa Bernardo Pereira de Vasconcellos pela criação dessa comenda, que é muito importante para valorizar as mulheres que desempenham um trabalho destacado, cada uma na sua área de atuação. Parabenizo, também, às homenageadas de 2018. São exemplos da importância do papel da mulher na sociedade brasileira, que, infelizmente, às vezes, é subjugada com o salário inferior ao do homem, com papel menor na política e na vida cotidiana”, destacou o secretário.

A Medalha Mulher Destaque foi idealizada por meio da Resolução nº 11/2013, de 12 de julho de 2013. Neste ano, a cerimônia contou com a participação dos vereadores Alysson Gugu (PPS), Chiquinho de Assis (PV), Geraldo Mendes (PCdoB), Marquinho do Esporte (SD), Mercinho (MDB), Vantuir Silva (SD), Wander Albuquerque (PDT) e Zé do Binga (PPS); da primeira-dama do município Rosilene Rioga e da escritora Valdete Braga, que homenageou as mulheres com a canção “Você Mulher” (de Paula Fernandes).