Você está em:

Tribuna Livre discute serviço de saúde mental no município

E-mail Imprimir PDF

 

A Câmara Municipal de Ouro Preto realizou sua 23ª reunião ordinária, na última terça-feira (8), e contou com duas participações na Tribuna Livre. Na primeira fala, Denilson Fernandes dos Santos, usuário do sistema de Saúde Mental, questionou a redução do quadro de funcionários desse serviço no município. “Nós temos apenas um oficineiro e três psiquiatras para atender a toda a população ouro-pretana e não tem van para trazer os pacientes dos distritos para receberem atendimento”.


Diversos vereadores declararam o apoio à causa, cientes da relevância do tratamento contínuo, com disponibilização de profissionais para atendimento, além do fornecimento dos medicamentos psiquiátricos, por exemplo. “É uma área de saúde em que as pessoas realmente precisam de um atendimento especial. Hoje, temos ai a deficiência de médicos, principalmente de psiquiatras que estão faltando na rede. Faltam mais acolhimento e transporte para esses pacientes. O que não pode continuar é com a falta de atendimento”, avaliou o vereador Zé do Binga (PPS), que é presidente da Comissão de Saúde da Câmara.

Ele ainda explicou que vai à Secretaria de Saúde discutir essa situação e apresentará um requerimento em reunião da Câmara pedindo ao Executivo a contratação de mais dois psiquiatras para a rede municipal de saúde.

Evento
Na reunião, Rodrigo Sales, coordenador paroquial da Pastoral da Juventude, divulgou a 2ª Caminhada da Paz com o tema “Basta! Deixe-me viver”. O evento será no próximo sábado (12), com concentração a partir das 15h, na praça Tiradentes, e passará pelo bairro Antônio Dias e pelo Caminho Novo (rua Dr. João Veloso) e se encerrará na Igreja do Padre Faria com a celebração de uma missa. “A 2ª Caminhada pela Paz é aberta a todos e é organizada pela Pastoral da Juventude. Essa caminhada é um ato público da nossa pastoral com o objetivo de dar um fim a esse cenário atual de violência. Queremos pregar a cultura pela paz”, explicou Rodrigo.

O vereador Thiago Mapa (PMN) elogiou o evento: “O nosso município está carente de iniciativas desse tipo. É algo organizado pelos jovens, acompanhado das igrejas e suas pastorais. Essa caminhada é importante, e a Câmara inteira está apoiando, pois é algo voltado para Deus, o bem-estar e da união dos jovens ouro-pretanos para refletirem sobre o próximo”.