Você está em:

Sindsfop participa da reunião dos vereadores ouro-pretanos e pede melhorias para os servidores municipais

E-mail Imprimir PDF

A Tribuna Livre da Câmara Municipal de Ouro Preto contou com a participação do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais de Ouro Preto (Sindsfop) durante a 48ª reunião ordinária, realizada nessa terça-feira (28). O presidente do órgão, Mauro Luiz Fonseca, e o secretário-adjunto, Gustavo Freitas, apresentaram diversas demandas dos servidores públicos municipais.

“Nós viemos aqui para mostrar a real situação que o servidor de Ouro Preto vive hoje”, explicou Mauro. Segundo ele, há uma precarização dos serviços públicos, “faltam muito insumos, estrutura física, equipamentos, o que dificulta o servidor no momento de executar suas funções e desenvolver um trabalho de qualidade”, disse.

Os vereadores explanaram o apoio aos funcionários públicos do município, como ressaltou Juliano Ferreira (MDB): “Sou totalmente a favor dos movimentos sindicais. O Mauro trouxe informações importantes para essa Casa. Nós ouvimos o sindicato e agora temos que ouvir os representantes e os responsáveis do Executivo, para que possamos buscar soluções para a situação, de modo que nem o município e nem os servidores públicos saiam prejudicados”.

Da mesma forma, o vereador Geraldo Mendes (PCdoB) afirmou que “entendemos que não é de hoje que os servidores vêm a esta Casa e sempre os ânimos se acirram. Procurei dar um encaminhamento objetivo à questão e solicitei que fosse marcado uma reunião com a comissão especial de vereadores, junto à Secretaria de Governo e à diretoria do Sindsfop. Assim, esperamos sair dessa reunião com encaminhamentos e resoluções. A crise é real, mas não podemos jogar todo o peso da crise nas costas do servidor público municipal”.

Para a vereadora Regina Braga (PSDB), “o servidor que não tem condições de trabalho e está desmotivado acaba não prestando um serviço à altura. Ele é capaz, mas o sistema não contribui”. Segundo ela, o posicionamento da Câmara deve ser firme com relação à precarização dos serviços e às outras reivindicações apresentadas. “O servidor tem que ser respeitado acima de tudo, ser ouvido e valorizado e é isso que a Câmara, nessa reunião irá levar para o Executivo e esperamos um retorno positivo”, explicou.

A comissão especial, composta pelos vereadores Geraldo Mendes (PCdoB); Juliano Ferreira (MDB); Marquinho do Esporte (SD); Regina Braga (PSDB) e Vander Leitoa (PV), se reúne com a diretoria do Sindsfop e o Executivo no dia 5 de setembro (quarta-feira), às 9h, na Prefeitura de Ouro Preto.