Você está em:

Projeto institui 19 de setembro como Dia Municipal da Educação

E-mail Imprimir PDF

Os vereadores ouro-pretanos aprovaram a criação do Dia Municipal da Educação em Ouro Preto, a ser celebrado em 19 de setembro, data em que nasceu o educador Paulo Freire. O projeto de lei ordinária nº127/2018, de autoria do vereador Geraldo Mendes (PCdoB), foi aprovado em única discussão e redação final durante a 50ª reunião ordinária da Câmara Municipal de Ouro Preto, realizada nessa terça-feira (4).


Segundo Mendes, “é um ato pra valorizar a nossa educação e o grande educador Paulo Freire. Em 2012, o Congresso Federal o homenageou tornando-o Patrono da Educação Brasileira. É um dos autores mais lidos no mundo e é referência de grande educador do Brasil. Então, nada melhor do que poder homenageá-lo também em Ouro Preto no dia de seu aniversário”.

Paulo Freire nasceu em 19 de setembro de 1921 em Recife, sendo uma referência mundial como educador, pedagogo e filósofo. Ele faleceu em 1997. Agora, o projeto de lei segue para ser sancionado pelo prefeito Júlio Pimenta. Além disso, no dia 19 de setembro, também será realizada uma audiência pública para discutir ações ligadas à educação no município. A reunião será às 18h, no Plenário do Legislativo, e aberta a toda a população.

Setembro Amarelo


Neste mês, também é celebrado nacionalmente o chamado Setembro Amarelo, que visa a conscientização sobre a importância da prevenção ao suicídio. Para garantir a inclusão da data no Calendário Oficial de Eventos do Município de Ouro Preto, foi criada a lei nº1085, de 26 de abril de 2018.

A autora da lei, vereadora Regina Braga (PSDB), explica sobre a proposta: “Ainda há um tabu muito grande com esse tema. É um assunto doído e sofrido, mas que a gente precisa falar a respeito. Os índices de suicídios e de tentativas de suicídio são enormes em Ouro Preto. É um assunto que a gente tem que tratar com cuidado e responsabilidade”.