Você está em:

Vereadores de Ouro Preto discutem diversos documentos durante reunião ordinária

E-mail Imprimir PDF

O legislativo ouro-pretano realizou na manhã dessa quinta-feira (04), a 39ª Reunião Ordinária. Na oportunidade, foram aprovadas quatro indicações, três Moções de Aplauso, uma Moção de Repúdio, quatro representações, dois requerimentos, dois projetos de resolução em única discussão e um projeto de lei ordinária em segunda discussão. Além disso, um projeto de lei ordinária, dois projetos de resolução e duas emendas a projetos de lei ordinária foram distribuídos às comissões. Um dos documentos aprovados foi a representação número 87/2019, protocolada pelo vereador Vantuir (SD), que será encaminhada ao secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva, para saber se há um laudo técnico sobre os impactos causados à população referente à fixação de antenas de telefonia celular próximo às residências. “Essa é uma demanda dos moradores de Cachoeira do Campo que me procuraram para falar da questão dessas antenas que são instaladas dentro de áreas urbanas, muito próximas às moradias. Já vi algumas reportagens que trataram do assunto, falando sobre o risco para saúde de quem está próximo a 100 metros dessas antenas. Mas não podemos afirmar nada sem antes ter um laudo da Secretaria de Estado de Saúde. A representação é para que seja dada uma resposta oficial, se realmente é prejudicial à saúde ou não. Se for constatado o risco, vamos trabalhar para que essas antenas sejam retiradas da área urbana e transferidas para um lugar mais seguro”, destacou.

Já o vereador Wander Albuquerque (PDT) solicitou informações da prefeitura municipal, por meio do requerimento 261/2019, sobre os pagamentos das bandas que se apresentaram no Carnaval 2019. “Fomos procurados por algumas bandas que tocaram durante o Carnaval deste ano e que ainda não receberam pela apresentação. Já procuramos o secretário de Turismo, Felipe Guerra, a quem parabenizo pelo belo carnaval e pela conquista do recurso para fazê-lo. Mas parece que algumas bandas receberam e outras não. A intenção deste requerimento é obter a informação correta de quando essas bandas que tocaram este ano irão receber seus cachês”, disse.

As reuniões ordinárias da Câmara são realizadas às terças, às 16h, e às quintas, às 9h. Elas podem ser acompanhadas, ao vivo, no site e no Facebook da Câmara.