Você está em:

Câmara busca soluções para que a TOP Cultura não seja fechada

E-mail Imprimir PDF

A Câmara de Vereadores de Ouro Preto vem somando esforços para que a TOP Cultura, emissora de TV de Ouro Preto e Mariana, continue atuando na região. Representantes da empresa fizeram uso da Tribuna no dia 08 de agosto e informaram sobre o possível encerramento das atividades da emissora.

Nesta segunda-feira (26), uma Comissão de Vereadores promoveu um novo encontro com a Associação Comercial de Ouro Preto (Aceop) e representantes da emissora e de empresas que atuam na cidade. Walmir Maximiano, vice-presidente da Aceop, destacou a importância da TOP Cultura para a cidade. Segundo ele, os ouro-pretanos já estão acostumados a acompanhar as notícias pela emissora. “Eu vejo que ela é extremamente importante para o comércio local, para a nossa população, para a cultura local. E nós não podemos medir esforços para mantê-la”, disse, informando que um dos encaminhamentos da reunião é que a própria associação seja o elo entre os empresários e a emissora.

Paulo Barata, representante da Fundac, mantenedora da TOP, destacou que as conversas estão avançando. “Tivemos mais uma reunião que foi extremamente positiva. A gente sabe que a situação econômica exige um cuidado muito grande, mas as empresas estão mostrando interesse, inclusive esta Casa e a comunidade em geral. Estamos certos de que essas parcerias vão dar certo e que vamos conseguir manter a TV atuando em prol da comunidade de toda a região”.

O vereador Marquinho do Esporte (SD) também avaliou a reunião positivamente. “O encontro foi muito produtivo. O Paulo deixou bem claro que as empresas têm interesse em colaborar. Nós sabemos que a era digital está aí, mas muita gente gosta da TOP Cultura, que faz toda cobertura de Ouro Preto e Mariana. Tô muito confiante que em breve teremos resultado positivo para a permanência da TOP Cultura no nosso município”.

“Importante destacar que essa movimentação da Câmara é um apoio muito grande aos servidores da TOP e também é o nosso compromisso com a informação e com a memória, já que a emissora tem mais de 60 mil horas de informação. E acho que as conversas estão avançando. Surgiu aqui até uma proposta da gente procurar parcerias com a rede empresarial de Itabirito e de outras cidades para aumentarmos a abrangência da TV”, destacou o vereador Chiquinho de Assis (PV), que também participou da reunião.

Um novo encontro entre a comissão de vereadores, empresários locais e a Aceop ficou agendado para o dia 10 de setembro.