Você está em:

CPI do Transporte entrega relatório parcial ao Ministério Público

E-mail Imprimir PDF

CPI do Transporte entrega relatório parcial ao Ministério Público

CPI do Transporte entrega relatório parcial ao Ministério Público

Ministério Público recebeu nesta terça-feira, dia 10 de janeiro, o relatório parcial da CPI dos Transportes. Durante a entrega do relatório, os membros da comissão, vereadores Flávio Andrade, do PV, Mateus Nunes, do PSB e Leonardo Barbosa, o Léo Feijoada, do PSDB, relataram à promotora Paula Aires as irregularidades encontradas durante o processo de investigação, quando foram ouvidos trinta depoimentos e analisados cerca de seis mil documentos. O prazo para o término dos trabalhos da CPI dos Transportes termina no dia 21 de abril.

O presidente da comissão, vereador Flávio Andrade, disse que a entrega de um relatório já no mês de janeiro se deve ao grande volume de informações levantadas pelos vereadores nas investigações realizadas até agora. “Ao receber parte dos resultados da CPI três meses antes do seu término, o Ministério Público terá condições de adiantar o seu trabalho e de fazer uma análise mais profunda dos dados contidos no relatório” declarou Flávio Andrade.

As atividades da CPI priorizaram os contratos de transportes efetuados pela Secretaria Municipal de Educação no ano de 2004, o último do mandato da ex-prefeita Marisa Xavier. Entre as irregularidades encontradas pelos vereadores estavam inúmeros contratos realizados sem licitação e o pagamento das faturas a laranjas, que repassavam parte do dinheiro a representantes da prefeitura.

A utilização de carros reservados para a educação para o transporte de pessoas a comícios da candidatura da ex-prefeita e até a comícios de candidatos de Mariana indignou o vereador Mateus Nunes, relator da CPI. Já o vereador Léo Barbosa espera que o Ministério Público obrigue as empresas que se beneficiaram do esquema de corrupção a devolverem aos cofres municipais o dinheiro recebido ilegalmente.


Publicado por: Assessoria de Comunicação em 11/01/2006