Você está em:

Câmara de Ouro Preto tem um ano de muito trabalho

E-mail Imprimir PDF

Câmara de Ouro Preto tem um ano de muito trabalho

Câmara de Ouro Preto tem um ano de muito trabalho



Num ano em que o Congresso Nacional vem recebendo duras críticas pela baixa produtividade, a Câmara Municipal de Ouro Preto teve uma das atuações mais intensas de sua história. Só em 2005, foram votadas quatrocentas e setenta e duas indicações, quinhentos e setenta e dois requerimentos, sessenta e oito representações, trinta e oito resoluções e cento e noventa projetos de lei, dos quais cento e setenta e três foram sancionados pelo prefeito municipal. Além disso, a Câmara aprovou dez emendas à Lei Orgânica Municipal.

Os números de 2005 mostram que a Câmara exerceu efetivamente o seu papel de legislar, ou seja, fazer leis e de fiscalizar a Prefeitura, assim como o de ser um fórum privilegiado para a apresentação e a discussão das demandas da comunidade.

Em vinte e nove audiências públicas, os vereadores abriram as portas da Câmara ao povo e às entidades para conhecer os problemas e os projetos para a sede e para os distritos de Ouro Preto. Já nas treze reuniões itinerantes realizadas nos distritos e localidades, o legislativo municipal se reuniu na presença de uma grande parcela da população que não pode comparecer às reuniões semanais realizadas na sede.

Para o vice-presidente da Câmara, Flávio Andrade, a avaliação positiva da Câmara por sessenta e três por cento da população, demonstrada numa pesquisa do Neaspoc, é um reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelos vereadores nesse primeiro ano de mandato.


Publicado por: Assessoria de Comunicação em 30/12/2005