10ª Audiência Pública de 2022 discute a situação da moradia popular em Ouro Preto

10ª Audiência Pública de 2022 discute a situação da moradia popular em Ouro Preto

Câmara Municipal de Ouro Preto - 10ª Audiência Pública de 2022 discute a situação da moradia popular em Ouro PretoNesta quarta-feira (04), a Câmara Municipal de Ouro Preto realizou a 10ª Audiência Pública de 2022, em atendimento ao requerimento do vereador Kuruzu (PT), para discutir a situação dos Programas de Auxílio Moradia e as Perspectivas para a Construção de Casas em Ouro Preto, na sede e distritos.

Estiveram presentes os Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano, Defesa Social e Desenvolvimento Social, o Superintendente de Habitação e representantes de movimentos sociais da região, além dos vereadores Kuruzu e Renato Zoroastro (MDB).

Conforme a Secretária de Habitação, Camila Sardinha, o município foi habilitado a receber um recurso que será destinado à criação de habitação social. “O município de Ouro Preto foi habilitado para conseguir aderir aos R$ 10 milhões do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). Para isso, ainda precisamos fazer um processo, um pequeno caminho jurídico e de documentação, para que a gente consiga que esse recurso chegue ao município para a gente fazer todas ações definidas aqui na Audiência de hoje”, apontou.

Segundo o Superintendente de Habitação, Pedro Moreira, o Executivo possui planos de ação para solucionar a questão das famílias atingidas pelas chuvas em janeiro. “O mais importante de tudo é o compromisso que a Secretaria e o Governo têm de, até o final do mandato, tentar  dar início ou criar uma estratégia para a construção de 300 moradias que deem conta de resolver o problema das famílias que estão hoje no auxílio moradia e também das famílias que estão desabrigadas devido às chuvas intensas do início do ano”, disse.

Para o vereador Kuruzu, presidente da sessão, o debate foi muito importante para fomentar a questão da moradia no município.“Foi muito importante, tivemos boas notícias. A prefeitura está disposta a aumentar o valor do auxílio moradia. Também houve o anúncio que Ouro Preto foi credenciada para captar R$ 10 milhões junto ao BDMG, destinados especificamente à moradia”, destacou.

Anterior Secretário de Obras faz uso da Tribuna Livre para informar situação de obras no município

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.