Alunos do Parlamento Jovem visitam casas de recuperação de Ouro Preto

Alunos do Parlamento Jovem visitam casas de recuperação de Ouro Preto

Integrantes do Parlamento Jovem durante visita técnica

Integrantes do Parlamento Jovem durante visita técnica

Na última quinta-feira (12), os alunos do Parlamento Jovem de Ouro Preto conheceram de perto o trabalho assistencial desenvolvido pelo Grupo NATA (Núcleo de Apoio aos Toxicômanos e Alcoólatras) e pela Obra Social Lírios do Campo.

Cerca de 20 estudantes participaram da visita técnica promovida pelo Projeto e puderam ouvir depoimentos de moradores e egressos das casas de acolhimento. A iniciativa integra o programa de capacitação dos jovens e visa a fundamentação de propostas que podem se tornar projetos de lei futuramente.

Além de acompanharem os relatos emocionados de pessoas que já enfrentaram problemas com o álcool, crack e cocaína, os integrantes do Parlamento Jovem percorreram as instalações das casas de recuperação (capelas, quadras, pátios, dormitórios e jardins), conheceram os locais de trabalho, como hortas e oficina de artesanato, e como é feito o tratamento nas instituições ouro-pretanas – sem química e em unidades sem muros de detenção. “Durante as oficinas, vimos que era importante para os alunos terem contato com a realidade, porque o tema do Parlamento, neste ano, é sobre drogas. Queremos mostrar para eles que o problema tem solução”, detalhou a monitora do Projeto, Gabriela Silva, do Núcleo de Direitos Humanos da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop).

O vice-diretor da Obra Social Lírios do Campo, Claudiney Toledo, ressalta que “é muito interessante os jovens conhecerem os internos ouro-pretanos e de outras regiões que aqui estão, para entenderem que o processo de recuperação existe e que, quando a pessoa quer, ele pode acontecer”. A Casa reúne hoje 17 moradores com dificuldades ligadas à exclusão social e dependência química, sob orientações de acolhimento e reabilitação sócio-espiritual. Assim como no Lírios do Campo, o Grupo NATA acolhe somente homens, tendo atualmente 10 moradores e vaga para mais dois.

As casas de acolhimento mantêm suas atividades com o apoio de instituições e da comunidade. O Programa Parlamento Jovem de Ouro Preto lançou uma campanha para reunir materiais de limpeza em prol da manutenção das duas casas. “Eu acho muito importante ajudar nessa campanha. Eu pedi na escola onde estudo e muitos colaboraram. Vindo aqui, agora, eu vejo a importância de continuarmos a recolher material de limpeza e trazer para o Lírios do Campo e para o Nata”, relatou a aluna do 3º ano da E.E. Dom Pedro II, Luzia Pereira Baião.

A campanha de doação de material de limpeza para as casas de acolhimento continua na E. E. Dom Pedro II, E. M. Desembargador Horário Andrade, E. E. Antônio Pereira e E. E. José Leandro (em Santa Rita de Ouro Preto) e no Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC) da Câmara de Ouro Preto.

Anterior CMDCA apresenta diagnóstico sobre jovens ouro-pretanos durante Tribuna Livre

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.