Câmara de Ouro Preto e Semae esclarecem dúvidas sobre a distribuição de água na cidade

Câmara de Ouro Preto e Semae esclarecem dúvidas sobre a distribuição de água na cidade

 Convidado pelos vereadores, o Superintendente do Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae), José Antônio Bernardo, compareceu a Reunião Ordinára desta terça feira(10) na Câmara de Ouro Preto para esclarecer as recorrentes dúvidas em relação ao abastecimento de água na cidade.

De acordo com José Antônio, a equipe do Semae tem atuado de forma dedicada afim de resolver os problemas que a cidade enfrenta há alguns anos na distribuição. Nas últimas semanas o reservatório do bairro Bauxita foi aumentado, antes a capacidade era de 250 mil litros, agora é de um milhão de litros. Questionado sobre a situação dos distritos, o superintendente afirma que algumas medidas estão sendo tomadas como, por exemplo, em Engenheiro Corrêa que terá sua rede hidráulica refeita. No Mota estão sendo feitas melhorias na captação e instalação de uma nova estação de tratamento e em Miguel Burnier, o sistema de bombeamento já foi substituído.

 O vereador Luiz Gonzaga (PR) comentou a participação do superintendente: “Tivemos a oportunidade de questioná-lo sobre a situação hídrica nos bairros mais altos da cidade e ficamos satisfeitos em saber que, muito em breve, essas comunidades terão a distribuição de água regularizada”, afirma.

Jóse Antonio explica que essas medidas são fundamentais, mas que a ajuda da população é decisiva. “ A Organização Mundial da Saúde prevê uma variação de 150 a 240 litros de consumo por dia para cada cidadão, mas aqui em Ouro Preto a realidade é diferente. Na sede do município temos uma variação de 70 a 400 litros por pessoa, e isso é muito. A população precisa se conscientizar sobre o gasto desmedido”, explica.

O convite dos vereadores tem como objetivo esclarecer dúvidas em relação a distribuição de água que a comunidade vem enfrentando. O superintendente mostra-se satisfeito com o envolvimento do legislativo : “Vir a Câmara nos dá a segurança de falar para uma parcela representativa da população, pois quem vem a casa busca informações oficiais e está exercendo seu direito de cidadania. Nenhum lugar do município é melhor para tratar de assuntos de interesse dos cidadãos”, finaliza José Antônio.

Anterior Câmara Cine leva sessão gratuita de cinema para a comunidade de Santo Antônio do Salto

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.