Câmara forma Comissão Especial para analisar demolição de imóvel feita há mais de um ano na Bauxita

Câmara forma Comissão Especial para analisar demolição de imóvel feita há mais de um ano na Bauxita

Câmara Municipal de Ouro Preto - Câmara forma Comissão Especial para analisar demolição de imóvel feita há mais de um ano na Bauxita

José Ferreira Guimarães durante a reunião dos vereadores

27/02/2014

Durante a reunião do dia 27 de fevereiro, o comerciante José Ferreira Guimarães, de 68 anos, conhecido como “Zé da Cacilda”, utilizou a Tribuna Livre da Câmara de Ouro Preto para pedir apoio aos parlamentares frente a um problema que se arrasta há um ano e meio. Em 22 de agosto de 2012, José teve o imóvel de sua residência demolido devido a um processo de desapropriação da administração passada, que tinha como finalidade implantar um trevo de acesso à Rodovia dos Inconfidentes. A casa situava-se à Rua Natalina da Rocha e até hoje o proprietário não recebeu a indenização avaliada em R$ 189.563,77.

 

O presidente da Câmara, Léo Feijoada (PSDB), nomeou uma Comissão Especial composta pelos vereadores Alysson Gugu (PPS), Luiz Gonzaga (PR) e Roberto Leandro (PSDB) para acompanhar o caso. “Na época, houve um problema parecido com a casa do artesão. Foram desapropriações feitas à revelia”, pontua o vereador Roberto Leandro, líder de governo na Câmara. De acordo com o parlamentar, o Município buscará, também, reparar a família pelos dados morais. Para o vereador Léo Feijoada, “foi um ato de irresponsabilidade do governo passado autorizar essa demolição sem perícia”.

“Nunca vi o que aconteceu comigo acontecer com mais alguém”, afirma o comerciante José Guimarães que atualmente mora de aluguel e paga R$ 2 mil por mês. “Meu prejuízo foi muito grande e a dor é imensa”, comenta.

De acordo com informações levantadas pelos vereadores, a quantia foi depositada em juízo e a Câmara irá trabalhar, junto à justiça e ao Executivo, para que seja liberada ao advogado responsável.
“Zé da Cacilda” morou com a família durante 25 anos no imóvel que foi demolido.

Anterior Próxima reunião da Câmara será realizada dia 11 de março

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.