Comissão de vereadores intermediará negociações sobre data-base entre Prefeitura e Sindsfop

Comissão de vereadores intermediará negociações sobre data-base entre Prefeitura e Sindsfop

Comissão de vereadores intermediará negociações sobre data-base entre Prefeitura e Sindsfop

Câmara Municipal de Ouro Preto - Comissão de vereadores intermediará negociações sobre data-base entre Prefeitura e Sindsfop

O presidente da Câmara de Ouro Preto, Maurílio Zacarias (PMDB) nomeou uma comissão composta pelos vereadores Maria José Leandro (PDT), Júlio Pimenta (PPS) e Regina Braga (PSDB) para intermediar as negociações entre a Prefeitura e o Sindsfop (Sindicato dos Funcionários e Servidores da Prefeitura Municipal de Ouro Preto) em torno da proposta do Executivo de cancelamento do reajuste salarial dos servidores municipais na data-base de 2007. Nas relações trabalhistas a data-base é o mês em que se define o reajuste na remuneração de uma categoria profissional. Na Prefeitura a data-base é o mês de maio.

Na última terça-feira, 12, a presidente do Sindsfop, Aparecida Peixoto, usou o espaço da Tribuna Livre na reunião da Câmara para pedir aos vereadores que intercedam junto à prefeitura por um reajuste de 8% na database deste ano.”Os servidores não aceitam essa proposta. A prefeitura diz que é impossível um reajuste devido ao impacto orçamentário causado pela entrada em vigor do Plano de Cargos e Salários, mas o Plano entrou em vigor em fevereiro e já estamos em junho. Será que até hoje não foi feita uma avaliação do seu impacto nas contas do município?”, protestou a presidente do Sindsfop informando que nos dois últimos anos o reajuste salarial dos servidores foi subdimensionado com a justificativa da necessidade da implantação do Plano. “O Plano de Cargos e Salários é para reajustar deformidades no quadro de funcionários da prefeitura. A única negociação salarial do ano é na data-base e se formos olhar a inflação desde 2005, os servidores já tiveram uma perda de 13% em seu salário”, completou Aparecida Peixoto. A Prefeitura também propôs aos servidores que a data-base de 2008 seja antecipada excepcionalmente para o mês de fevereiro.

Para o presidente da Câmara a reivindicação é justa e a comissão de vereadores pode agilizar um encaminhamento para a questão. “ Os funcionários que vieram à Câmara são sindicalizados e estão inteirados de seus direitos. Toda a sua fala foi baseada na lei, eles não viriam aqui à toa. Para que essa discussão não fique desgastante nomeei a comissão. A classe merece ser atendida em suas reivindicações e, como eles nos mostraram, realmente há uma defasagem salarial”, explicou Maurílio Zacarias. A vereadora Maria José Leandro, vice-presidente do Legislativo, que participará da comissão, acredita que são boas as perspectivas de sucesso nas negociações com a prefeitura e adiantou que vai trabalhar para que o prefeito aceite a proposta dos funcionários. “Vamos bater na tecla de que os funcionários precisam dos 8% de reajuste pois a defasagem é grande. O prefeito é consciencioso e acredito que ele dará o aumento”, afirmou.

Foto: Servidores lotaram plenário da Câmara para reivindicar reajuste salarial

Publicado por: Assessoria de Comunicação em 15/06/2007

Anterior Na quinta-feira audiência discute Lei Orçamentária para 2008

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.