Educação é tema central na reunião da Câmara de Ouro Preto

Educação é tema central na reunião da Câmara de Ouro Preto

Debate sobre educação na TribunaOs debates entre os vereadores de Ouro Preto, durante a Reunião Ordinária dessa quinta-feira (18), abordaram basicamente a atual situação da Educação no município. A Tribuna Livre foi utilizada pela direção do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais de Ouro Preto (Sindsfop) para falar sobre a greve geral dos funcionários da Educação.

Segundo a vice-presidente do Sindsfop, Silvânia dos Santos Assis, a greve dos servidores municipais da Educação tem início no dia 19 de fevereiro e não tem previsão de término. “Serão aproximadamente 10 mil alunos sem aula no município de Ouro Preto”, ressaltou. A vice-presidente do sindicado explicou, ainda, que a greve se deve ao fato de a prefeitura não ter negociado a aplicação do piso nacional para professores no valor de R$950 e a reformulação do estatuto dos servidores e do plano de carreira.

A vereadora Regina Braga (PSDB) considera esse tipo de movimento muito importante por ser uma maneira legítima de os servidores conquistarem suas reivindicações. “Quero parabenizar todos os profissionais da Educação que estão engajados nesse movimento. Acho que é por meio da luta de forma pacífica que conseguimos o que é de direito”, enfatizou.

O transporte escolar na zona rural também foi discutido pelos vereadores durante a Reunião Ordinária. O requerimento nº08/10, de autoria do vereador Léo Feijoada (PSDB), solicitou informações da prefeitura sobre os gastos do município para a manutenção e conservação das estradas distritais no ano de 2009.

De acordo com o vereador, muitas crianças da zona rural ainda não puderam comparecer às aulas devido à falta de meio de locomoção. Foi nomeada uma comissão especial a fim de investigar e buscar solucionar problemas do transporte escolar em Ouro Preto. A comissão é formada pelos edis Flávio Andrade (PV), Regina Braga (PSDB) e Léo Feijoada (PSDB).

 

Anterior Câmara ajuda a recuperar unidade do Projeto Sorria em Antônio Pereira

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.