Você está em:

Presidente da Associação de Moradores do Morro Santana utiliza Tribuna Livre para agradecer as benfeitorias realizadas no bairro

E-mail Imprimir PDF

18/03/2014

Durante a reunião Ordinária da Câmara de Ouro Preto realizada terça-feira (18), o presidente da Associação de Moradores do bairro Morro Santana, Geraldo Calixto, utilizou a Tribuna Livre. "O objetivo é agradecer o asfalto que foi feito e o trabalho de calçamento da Rua Serra da Brisa e na Travessa Santa Bárbara, que esperavam há 20 anos. O pessoal da região está muito satisfeito com o trabalho", afirma Calixto.

 

O presidente da associação de moradores alertou sobre a previsão de fechamento da Rua XV de Agosto para obras de rede pluvial. "Se o trânsito ficar 30 dias parado, como é que o pessoal vai subir e descer? Vans e kombis  sobem passando pela Rua José Anastácio e pela Rua São Geraldo, mas caminhões pesados e os ônibus não", avalia Calixto ao solicitar assistência aos moradores da parte mais alta do bairro.

Outro assunto apontado por ele é o pedido dos moradores para o asfaltamento da Rua Mariana. "A gente tá sendo cobrado demais", afirma Calixto. Parte da rua sofre também com falta d'água.

O vereador Luiz Gonzaga (PR) elogiou a atuação do representante do bairro. "Ele é um guerreiro, tá sempre lutando por causas coletivas, sempre pensando no bairro. Já é segunda vez nesse mandato que ele vem à Câmara e a gente conversou sobre as obras que o governo fez", afirma. "É preciso fazer nova rede pluvial na parte baixa do bairro e uma avaliação técnica para depois não ocorrer uma tragédia devido acúmulo de água", pontua o parlamentar. "A gente também agradece o governo: a licitação da UBS do Morro Santana já está em fase final e vai atingir mais de 6 mil pessoas", afirma Luiz.

O presidente da Câmara, Léo Feijoada (PSDB), avalia como positivas as ações realizadas no bairro. "O governo atual fez diversos investimentos em várias ruas do bairro", aponta. "O prefeito diz que vai revitalizar todas as ruas da Piedade ao Morro Santana, Morro da Queimada e Morro São João", afirma Léo.