Obras: Melhorias infraestruturais continuam em pauta na Câmara Municipal

Obras: Melhorias infraestruturais continuam em pauta na Câmara Municipal

Câmara Municipal de Ouro Preto - Obras: Melhorias infraestruturais continuam em pauta na Câmara MunicipalDurante a 70ª Reunião Ordinária de 2021, realizada nesta quinta-feira (14), diversos documentos foram aprovados solicitando melhorias infraestruturais, tanto na Sede, como nos Distritos.

A Indicação Nº 542/2021, de autoria da vereadora Lilian França (PDT), encaminhada à Secretaria Municipal de Obras e à OuroTran, solicita a verificação da possibilidade para a execução de pinturas nos quebra-molas localizados na  Rua São Gonçalo, em Amarantina.

Segundo a vereadora, os motoristas que por ali trafegam reclamam da altura dos redutores de velocidade e principalmente do fato dos mesmos não serem pintados,  o que dificulta a visibilidade dos motoristas causando, assim, danos aos automóveis.

A Indicação Nº 544/2021, de autoria do vereador Alessandro Sandrinho (Republicanos), solicita à Secretaria competente a possibilidade de revitalização da praça Raul Soares, mais conhecida como pracinha do Darci, no Bairro Morro Santana, uma vez que não há melhorias no local há muitos anos.

Tendo em vista o período chuvoso, a Indicação Nº 545/2021, de autoria do vereador Matheus Pacheco (PV), solicita à Secretaria de Obras e Urbanismo a instalação de passa rodas ao lado da Praça Frey Vicente Botelho, de modo a evitar acidentes em decorrência dos deslizamentos e do calçamento da rua não estar adequado.

A Indicação Nº 546/2021, de autoria do vereador Renato Zoroastro (MDB) e encaminhada ao Secretário Municipal de Obras, solicita melhorias no trecho da “rampa da vila”, no subdistrito da Chapada.

De acordo com o parlamentar, tal via trata-se de um importante acesso que sofreu com as chuvas do último final de semana, ficando impossível o tráfego de veículos e pedestres, deixando alguns moradores ilhados. Sendo assim, as melhorias são em caráter de urgência e visam dar segurança à população e aos turistas, diante da inclinação e dos riscos eminentes encontrados na mesma.

Já o Requerimento Nº 445/2021, de autoria do vereador Naércio Ferreira, encaminhado ao Prefeito Municipal, ao Secretário Municipal da Casa Civil, ao Secretário Municipal de Governo e ao Secretário Municipal de Obras e Urbanismo, para que os mesmos encaminhem a esta Casa informações referentes à urgente reforma do Terminal Rodoviário de Cachoeira do Campo.

Para o vereador, a reforma do Terminal Rodoviário de Cachoeira do Campo deve ser priorizada devido às condições precárias de toda infraestrutura, a fim de proporcionar maior segurança, conforto e bem-estar aos usuários que utilizam o terminal diariamente e encontram-se totalmente desprotegidos em épocas de chuva.

Igreja de Bom Jesus de Matosinhos

Também durante a Sessão, foi aprovado o Requerimento Nº 446/2021, de autoria do vereador Matheus Pacheco e encaminhado à Secretaria de Cultura e Patrimônio solicitando o projeto atualizado referente a intervenção na Igreja de Bom Jesus de Matosinhos que foi entregue ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Segundo o vereador, a igreja, que já está fechada ao público há mais de 07 anos devido aos riscos de desmoronamento de sua estrutura, sendo uma jóia da arte barroca em Ouro Preto, poderá representar uma grande perda para o município caso não haja uma reforma estrutural.

Matheus informou que esteve na sede do IPHAN em Brasília, onde se reuniu com o Diretor do Departamento de Projetos Especiais (DPE), Arlindo Lopes, que esclareceu que o instituto planeja atender às solicitações de reparos em patrimônios históricos do município. “O IPHAN divide seus recursos por estado, então, Minas Gerais recebe em torno de 14 milhões de reais por ano. Nós sabemos que Minas detém o maior número de cidades históricas e muitas precisam de intervenções, mas há sim um empenho, por parte do superintendente do IPHAN, em resolver essas questões na nossa cidade, principalmente da Igreja de Bom Jesus, onde uma parte do telhado já é crítica. No entanto, é necessário a atualização desse projeto para que outras medidas sejam tomadas. É preciso construir todo esse cenário através de diálogo e informações corretas”, destacou.

Anterior CONVITE- 32ª Audiência Pública

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.