Parlamento Jovem se consagra como mais um projeto de sucesso da Câmara de Ouro Preto

Parlamento Jovem se consagra como mais um projeto de sucesso da Câmara de Ouro Preto

Os alunos da primeira edição do Parlamento Jovem receberam seus certificados

Os alunos da primeira edição do Parlamento Jovem receberam seus certificados

A edição 2010 do Parlamento Jovem de Ouro Preto chegou ao fim. Durante vários meses, os estudantes do programa conheceram as funções do Poder Legislativo Municipal e Estadual e fizeram uma reflexão sobre a questão ambiental, através de oficinas, palestras, seminários, debates e visitas orientadas.

Nessa terça-feira (16), a Câmara Municipal certificou os participantes do Parlamento Jovem (PJ) ouro-pretano.

Em 2010, foi realizada a primeira edição do programa em Ouro Preto, que teve como tema principal “Resíduos e Meio Ambiente”.  Integraram a iniciativa alunos do Ensino Médio de quatro escolas da rede pública e privada do município, da sede e dos distritos, a saber: E.E. Dom Pedro II, Colégio Arquidiocesano de Ouro Preto, E.E. José Leandro, E.E. Antônio Pereira.

Na cerimônia de encerramento, a coordenadora do PJ de Ouro Preto, Mariana Andrade, apresentou aos vereadores e à comunidade presente as ações e os resultados do programa no município. “O balanço dessa primeira edição do Parlamento Jovem de Ouro Preto foi bem positivo. Nós já notamos o amadurecimento desses jovens no debate político. Algumas iniciativas em relação aos resíduos, por exemplo, partiram deles mesmos e já estão sendo colocadas em prática dentro das próprias escolas. A ideia é exatamente essa, fazer com que os alunos participantes sejam multiplicadores dos conhecimentos que aprenderam e desenvolveram no ano de 2010”, avaliou.

Os integrantes do PJ concordam com Mariana Andrade. Durante a realização do programa, eles demonstraram interesse e empenho com as atividades. “O Parlamento Jovem trouxe para os alunos um pouco da ideia de política e a discussão sobre a questão dos resíduos sólidos. Nós devemos tomar uma atitude urgente para preservar o nosso planeta”, afirmou Diego Guimarães, aluno da Escola Estadual José Leandro (Santa Rita de Ouro Preto).

A estudante Gabriele Andreza de Paula, da Escola Estadual de Antônio Pereira, contou que os participantes aprenderam a importância de o jovem entender o papel da reciclagem para a preservação do meio ambiente. “Eu vou tentar passar adiante todos os conhecimentos que conquistamos no Parlamento Jovem e praticá-los na minha vida. A gente teve um grande amadurecimento e percebemos que precisamos pensar no nosso futuro e no das próximas gerações”, acrescentou.

Para a vereadora Crovymara Batalha (PMDB), esses jovens puderam participar pela primeira vez da política e aprenderam o que é ser político.  “É muito importante incentivar os jovens a começarem cedo a se interessarem pela política. O aprendizado que eles tiveram com o Parlamento Jovem será fundamental para essa formação cidadã e política desses adolescentes. São eles que, futuramente, vão nos substituir como políticos de nossa cidade”, completou a vereadora.

O Parlamento Jovem é uma ação da Câmara Municipal de Ouro Preto em parceria com o Núcleo de Direitos Humanos, da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), e a Escola do Legislativo, da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).  Em 2010, além de Ouro Preto, mais onze municípios mineiros participaram do projeto com o mesmo formato.

 

Anterior Câmara e comunidade debatem acessibilidade em Ouro Preto

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.