Câmara forma comissão especial para acompanhar obras na rua São José

Câmara forma comissão especial para acompanhar obras na rua São José

A Câmara formou uma Comissão Especial para acompanhar as obras da rua São José

A Câmara formou uma Comissão Especial para acompanhar as obras da rua São José

Moradores e comerciantes lotaram a Câmara para protestar contra as obras

Moradores e comerciantes lotaram a Câmara para protestar contra as obras

A Câmara de Ouro Preto realizou Audiência Pública, no dia 6 de julho, para discutir as obras de alargamento dos passeios da rua São José. Moradores e comerciantes da via lotaram o plenário e questionaram a necessidade de realinhamento do meio-fio, bem como o período e a duração dos trabalhos executados pelo Serviço Municipal de Água e Esgoto (Semae) para melhoria da rede de esgoto, que já estão em andamento e seguem até o início de dezembro.


No início da Audiência, o Secretário Municipal de Patrimônio e Desenvolvimento Urbano, Gabriel Gobbi, apresentou a planta do projeto que contempla, além do aumento dos passeios públicos, em cerca de 60 cm, faixas para pedestres com rampas para cadeirantes e locais para carga e descarga. Segundo Gobbi, o projeto que prevê intervenção no trecho de 260m entre o Museu Casa dos Contos e a Praça Silviano Brandão foi elaborado dentro das exigências previstas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico de Ouro Preto (Iphan), obedecendo-se limites de tamanho e até mesmo a recomposição dos passeios, com o aproveitando de pedras boas existentes para sua reestruturação. O secretário afirmou que “no momento em que o Iphan declarou que o projeto é passível de aprovação, ele foi levado ao Compatri [Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural e Natural] e ao Compurb [Conselho Municipal de Políticas Urbanas] e, após aprovado por unanimidade, foi imediatamente repassado à Associação Comercial”.

Para o morador da rua São José, José Luiz Trópia, a Audiência Pública permitiu que os manifestantes mostrassem a força do movimento contra o alargamento dos passeios no local. “Hoje, nós vimos que o movimento não tem duas, três, ou quatro pessoas. A comunidade veio em peso e mostrou nossa legitimidade. Além da representação por abaixo-assinado que reuniu mais de 450 assinaturas, viemos a público protestar pessoalmente”, declarou Trópia.

O chefe do Iphan em Ouro Preto, Rafael Arrelaro, enviou um ofício à Câmara, comunicando que o projeto já detém a aprovação do Instituto no município e está aguardando a aprovação final da Superintendência Regional.

O Presidente da Câmara, Maurílio Zacarias, nomeou uma comissão especial composta pelos vereadores Léo Feijoada (PSDB), Regina Braga (PSDB) e Júlio Pimenta (PPS), para se reunir com representantes do comércio e buscarem uma solução junto aos órgãos competentes. Na próxima segunda-feira (18), às 10h, está agendada uma reunião, no Iphan de Ouro Preto. entre o Superintendente do Iphan em Minas Gerais, Leonardo Barreto de Oliveira, a Comissão Especial da Câmara e representantes dos moradores e comerciantes da rua São José.

Anterior Parlamento Jovem de Ouro Preto realiza Plenária Municipal

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.