Vereadores de Ouro Preto aprovam Projeto que concede piso nacional aos professores municipais

Vereadores de Ouro Preto aprovam Projeto que concede piso nacional aos professores municipais

Professores acompanharam a reunião extraordinária de comissões e a reunião ordinária da Câmara

Professores acompanharam a reunião extraordinária de comissões e a reunião ordinária da Câmara

Durante a Reunião Ordinária da Câmara realizada na última quinta-feira (29), os vereadores de Ouro Preto aprovaram, em única discussão e em redação final, o Projeto de Lei Complementar nº 7/2012, de autoria do Prefeito Municipal, que altera a Lei Complementar nº 21/2006 que dispõe sobre o Plano de Cargos e Vencimentos da Prefeitura. Sendo sancionada pelo Executivo, a Proposição irá garantir o pagamento do piso nacional para os professores da rede pública municipal de Ouro Preto, e aumento de 3,3% para os cargos de enfermeiro, odontólogo, pedagogo, técnicos da saúde e de nível superior (com jornada de 30 horas semanais).

“Foi um avanço enorme em relação ao piso nacional dos professores e também nas distorções salariais das outras categorias, que foram contempladas com esse Projeto”, afirmou a presidente do Sindicato dos Servidores e Funcionários Públicos Municipais de Ouro Preto (Sindsfop), Aparecida Peixoto. A vereadora Crovymara Batalha (PMDB), que é professora da rede estadual, destacou a relevância do aumento para a valorização da categoria no município. “Esse piso dará condições para que esses profissionais da educação possam trabalhar em harmonia com a remuneração. É de extrema importância ter o piso, ter uma carreira e ter uma formação. A Câmara está apoiando a luta destes profissionais e, consequentemente, aumentando a qualidade da educação do nosso município”, avaliou a parlamentar.

Diretores e professores municipais acompanharam a reunião extraordinária de comissões da Câmara, realizada na manhã do dia 29 de março, na qual o Projeto foi analisado. Eles assistiram também à Reunião Ordinária dos vereadores, durante a qual a proposição foi aprovada por unanimidade. “Foi muito importante a Câmara aprovar esse Projeto que beneficiará os professores e outras categorias. Temos que parabenizar esses profissionais pelo empenho que eles tiveram, correndo atrás dessa aprovação e conquista”, afirmou o presidente da Câmara de Ouro Preto, vereador Maurílio Zacarias (PMDB). A aprovação do Projeto foi resultado de ampla negociação envolvendo – além de membros das próprias categorias – o Sindsfop, a Prefeitura e a Câmara.

 

Anterior Parlamento Jovem promove oficinas de capacitação para seus integrantes

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.