Vereadores recebem Conselho Municipal de Saúde para informações sobre a Santa Casa

Vereadores recebem Conselho Municipal de Saúde para informações sobre a Santa Casa

Câmara Municipal de Ouro Preto - Vereadores recebem Conselho Municipal de Saúde para informações sobre a Santa Casa

Vereadores debateram situação da Santa Casa com membros do Conselho Municipal de Saúde, Geraldo Evangelista e Hilton Timóteo, durante a reunião da Câmara

11/09/2014

Durante a reunião da Câmara realizada dia 11 de setembro, os vereadores de Ouro Preto receberam os membros do Conselho Municipal de Saúde, Geraldo Evangelista e Hilton Timóteo, para esclarecimentos sobre a Santa Casa.

“A Santa Casa apresenta um balanço negativo dizendo que há falta de repasse. Precisamos de uma prestação de contas mais detalhada por parte da entidade para esclarecer o que está causando o deficit. Por isso, propusemos uma auditoria independente, que será capaz de elucidar todos esses fatos e trazer a verdade”, esclarece o secretário-geral do Conselho Municipal de Saúde, Hilton Timóteo.

“A Santa Casa atende pacientes de Itabirito, Mariana e das cidades vizinhas. O governo municipal deveria buscar convênio junto a esses Municípios”, ressalta o vereador José Geraldo Muniz “Zé do Binga” (PPS).

O vereador Wander Albuquerque (PDT) discorda de algumas colocações dos conselheiros de Saúde. “Nós respeitamos os conselheiros que estiveram na Câmara. Entendemos também que a Santa Casa tem que abrir as portas das suas finanças, mas estranhei a colocação dos conselheiros criticando a Santa Casa’’, avalia o parlamentar. “A Santa Casa deixou bem claro que desde 2012 não há reajuste e o repasse feito pela prefeitura refere-se aos mesmos R$ 420 mil reais que eram repassados anteriormente. A gente sabe que a inflação está aí’’, afirma Wander. “Ouro Preto é uma cidade rica e nós apontamos de onde tirar esses recursos: O serviço de capina e lixo em Ouro Preto teve 100% de reajuste e hoje consome R$ 1 milhão, sendo que antes o investimento era de R$ 470 mil”, compara.

O presidente da Câmara, Léo Feijoada (PSDB), anunciou o próximo passo sobre o caso. “Convidamos a secretária de Saúde, Sandra Brandão, para ouvirmos as três partes (Santa Casa, Conselho de Saúde e Secretaria de Saúde). Também provocaremos uma audiência pública com toda a população de Ouro Preto. A Câmara não será omissa nessa discussão”, destaca Léo.

 

Anterior Santa Casa anuncia crise financeira

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.