44º Audiência Pública da Câmara de Ouro Preto debate o atendimento na UPA

44º Audiência Pública da Câmara de Ouro Preto debate o atendimento na UPA

44º Audiência Pública da Câmara de Ouro Preto debate o atendimento na UPA

Câmara Municipal de Ouro Preto - 44º Audiência Pública da Câmara de Ouro Preto debate o atendimento na UPA

44º Audiência Pública da Câmara de Ouro Preto debate o atendimento na UPA

Representantes da comunidade, usuários do SUS (Sistema Único de Saúde), médicos, enfermeiros e administradores da Secretaria Municipal de Saúde participaram da 44° audiência pública promovida pela Câmara de Vereadores, que debateu o atendimento de urgência e emergência no Município. Na ocasião, o secretário de Saúde, Ariosvaldo Figueiredo, aproveitou para informar a respeito dos projetos em andamento, que visam a melhoria no atendimento aos usuários do sistema, e enfatizou a importância do controle social, exercido pela população, para o bom desempenho do setor.

“A audiência foi muito proveitosa, ficamos sabendo de muitas coisas que os populares nos colocaram e vão servir para a melhoria do sistema de saúde como um todo. Por outro lado, pudemos transmitir informações que eram desconhecidas de parte das pessoas que aqui compareceram. Foi uma troca muito proveitosa tanto para a Secretaria quanto para o público e a Câmara de Vereadores cumpriu o seu papel, de intermediar essas necessidades da população com as necessidades do Poder Público”, avaliou Ariosvaldo Figueiredo.

Os vereadores Leonardo Barbosa, o ‘Leo Feijoada’ (PSDB), e Maria José Leandro (PDT) questionaram as precárias condições físicas do atual prédio ocupado pela Unidade de Pronto Atendimento (Upa) e também deficiências na atenção aos pacientes. Conforme Maria José, são necessários banheiros em melhores condições e uma cozinha para o preparo de alimentos. Além disso, a vereadora cobrou o aumento no número de leitos para internação. ‘Leo Feijoada’, disse que há demora no atendimento, em alguns casos, e criticou a falta de cobertores e lençóis.

Arnaldo Pimenta, diretor administrativo da Secretaria, informou que a compra de roupa de cama e cobertores já foi licitada. De acordo com o secretário Ariosvaldo, a unidade já passou por algumas melhorias, como aquisição de mais um equipamento de raio X, e otimização do atendimento, garantindo mais médicos e enfermeiros de plantão. Todavia, grande parte dos problemas são decorrentes das limitações criadas pelas precárias condições físicas da unidade e serão resolvidos com a mudança para o novo prédio, previsto para ser inaugurado no início do ano que vem.

Na opinião do aposentado Benedito Luís Vitório, a reunião foi muito boa e outras audiências devem acontecer. “Houve bastante esclarecimento e as pessoas tiveram a oportunidade de falar sobre seus problemas e fazer reclamações, acho que numa democracia isso é muito importante”, disse.

O presidente da Câmara, vereador Wanderley Rossi Kuruzu (PT), avalia o encontro como positivo e destaca algumas propostas surgidas durante a audiência. “Sugerimos a criação de uma linha 0800, para por a população em contato direto com a Secretaria de Saúde e também uma campanha educativa, com informações sobre quais serviços o setor oferece e em quais casos o cidadão deve procurá-los”, enfatizou.

Foto: O secretário de Saúde, Ariosvaldo Figueiredo, o presidente da Câmara, Wanderley Kuruzu, e o diretor administrativo da Secretaria, Arnaldo Pimenta, durante a audiência

Publicado por: Assessoria de Comunicação em 27/07/2006

Anterior Audiência discutirá atendimento na UPA

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.