Audiência Pública debate alteração no Plano de Mobilidade Urbana do município

Audiência Pública debate alteração no Plano de Mobilidade Urbana do município

Câmara Municipal de Ouro Preto - Audiência Pública debate alteração no Plano de Mobilidade Urbana do municípioNa noite da última segunda-feira (29), a Câmara de Ouro Preto realizou a 4ª Audiência Pública de 2019. Na oportunidade, foi discutido a alteração da Lei Complementar sobre o Plano de Mobilidade Urbana do Município. O Projeto de Lei, de autoria do vereador Vantuir (SD), sugere algumas alterações no plano que já institui a mobilidade urbana e busca colocar como diretriz a possibilidade de que o trecho de rodovia federal que passa por Cachoeira do Campo seja municipalizado e de responsabilidade da Prefeitura. Além disso, foi discutido a necessidade de incluir no projeto a localidade de Coelhos, subdistrito de Amarantina, e o bairro Pocinho, que também estão situadas às margens da rodovia.

De acordo com o vereador Chiquinho de Assis (PV), que presidiu a audiência, há uma série de demandas históricas da população que utiliza o trecho, como faixa de pedestres, semáforos e maior segurança no trânsito. “É uma questão importante, que necessita de uma ação rápida, mas que também tem os seus poréns, como foi colocado aqui na discussão pelos vereadores. O projeto deu uma oportunidade de participação popular, infelizmente tivemos pouquíssimas participações, mas de toda forma, ele volta para as comissões. O intuito é levar o projeto para votação, convidando também o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) para discussão sobre esse tema”, destacou.

Para o vereador Vantuir, a discussão foi boa e a intenção é trazer benefícios para a população. “Há muitos anos que o Dnit não investe nesses trechos e a qualidade de vida dessas pessoas está ficando em segundo plano. Se o município assumir essa responsabilidade poderá trazer maior segurança para a população. Vai ser necessário investimento, mas o que tem que ser colocado em consideração é o bem-estar dessas pessoas e é exatamente isso que esse Projeto de Lei visa. Não precisa ser executado hoje, mas é importante ter uma diretriz para que futuros governos que venham assumir a Prefeitura e que tenham a receita melhor do que a atual possam investir nessas áreas. Acredito que ao final da Audiência todos entenderam que a Lei é boa e que provavelmente será aprovada com algumas alterações que trarão bons frutos para o nosso município”, finaliza.

Também estiveram na audiência os vereadores Alisson Gugu (Cidadania) e Regina Braga (PSDB), o assessor especial da Secretaria de Governo da Prefeitura, Dalton Gonçalves, e o advogado Marcos Antônio. A Audiência Pública está disponível no perfil da Câmara no YouTube e no Facebook.

 

 

 

Anterior Secretaria de Educação de Ouro Preto presta contas ao Legislativo

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.