Você está em:

No Dia Mundial do Meio Ambiente, Câmara de Ouro Preto recebe Associação de Catadores de Materiais Recicláveis do Padre Faria

E-mail Imprimir PDF

 

Em 5 de junho é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente, data que também marcou a 30ª reunião ordinária dos vereadores ouro-pretanos. A Tribuna Livre da Câmara Municipal contou com a participação da presidente da Associação de Catadores de Matérias Recicláveis do Padre Faria, Maria das Graças Carvalho (Gracinha), e do assessor de Meio Ambiente da Prefeitura, Pedro Lisboa, que fizeram a apresentação da prestação de contas da coleta seletiva no município, referente ao ano passado.

 

Em 2017, a associação arrecadou 172,6 toneladas de materiais recicláveis, como papel, plástico, metal e vidro, tendo um crescimento de quase 13% em relação a 2016. Gracinha acredita que “o Brasil ainda está muito atrasado em relação à cultura ambiental se comparado a outros países. Em Ouro Preto, com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente, já implantamos a coleta seletiva em 14 bairros da sede, além do distrito de Lavras Novas, incluindo ainda, diversos órgãos e empresas”.

Os vereadores elogiaram a iniciativa do programa e falaram da importância da conscientização da população sobre a separação adequada do lixo. “É um dia de reflexão de todo mal que muitas vezes a nossa sociedade traz ao lugar onde vivemos, como o descarte indevido do lixo. A Gracinha mostrou que o lixo não é lixo, é dinheiro, é solução, é reciclagem, é trabalhar como agente ambiental contribuindo para um futuro melhor. Ficamos felizes em ver um balanço positivo neste momento de crise”, afirmou o vereador Chiquinho de Assis (PV).

Da mesma forma, o vereador Marquinho do Esporte (SD) ressaltou que “sabemos que é essencial para o meio ambiente que cada um faça a sua parte dentro de casa e na rua. O lixo, hoje, tem um valor muito grande, e a Gracinha sabe transformar esse material em remuneração. A reciclagem tem alcançado objetivos maiores”.

O presidente do Legislativo, Wander Albuquerque (PDT), com a autorização da Mesa Diretora,  disponibilizou o hall de entrada da Câmara para a exposição e venda de produtos confeccionados por artesãs Associação de Catadores de Materiais Recicláveis do Padre Faria. A feirinha funciona aos sábados, domingos e feriados, de 8h às 17h.  “O uso da Câmara para as artesãs é uma geração de renda, uma vez que é um ponto muito bom”, destacou Gracinha.

Os cidadãos que desejam aderir ao programa podem separar em uma sacola os materiais recicláveis – como caixas de leite; latas; garrafas pet; jornais e revistas – e colocar nas cestas de lixo das ruas para serem recolhidos conforme a escala de coleta. Para saber mais sobre a coleta seletiva em Ouro Preto, entre em contato com a associação por meio do telefone: (31) 3559-3265.

Ainda durante a reunião ordinária, 13 projetos de resolução; um projeto de lei ordinária; uma emenda a projeto de lei complementar foram distribuídos às comissões. Seis indicações; três representações e oito requerimentos dos vereadores foram aprovados, além de um projeto de lei ordinária aprovado em segunda discussão, que denomina a rua próxima a Capela Velório como Largo Padre Mendes. As reuniões ordinárias da Câmara de Vereadores acontecem às terças, às 16h, e às quintas, às 9h.