Câmara recebeu representante da Novelis e de entidades sindicais para debater sobre o encerramento da Redução II

Câmara recebeu representante da Novelis e de entidades sindicais para debater sobre o encerramento da Redução II

Câmara Municipal de Ouro Preto - Câmara recebeu representante da Novelis e de entidades sindicais para debater sobre o encerramento da Redução II

Representante da Novelis, Ricardo Carneiro (à esq.), Presidente da Câmara Léo Feijoada e o Vereador Chiquinho de Assis acompanham a participação do líder sindical Roberto Wagner (à dir.) durante a Audiência Pública

30-01-2013

Durante a Audiência Pública promovida no dia 30 de janeiro, a Câmara Municipal de Ouro Preto recebeu representantes de entidades sindicais e o representante da Novelis, advogado Ricardo Carneiro, para debater junto à comunidade o encerramento das atividades da Redução II da Metalúrgica.

Com Plenário lotado, Carneiro declarou que o foco da Novelis é “reestruturar a unidade e redirecionar os investimento de modo a manter a Redução III”. O representante da empresa  afirmou, ainda, a existência de uma suposta negociação da fábrica para que a área da Alumina possa ser retomada. Segundo ele, a empresa viria, dessa maneira, a “gerar empregos, renda e satisfação para a comunidade de Ouro Preto, com quem a Novelis tem uma relação de várias décadas”.

Estiveram presentes membros da Federação Sindical e Democrática dos Metalúrgicos de Minas Gerais, do Fórum Estadual Permanente de Saúde do Trabalhador, da Coordernação Política e Sindical dos Metalúrgicos de Ouro Preto e do Movimento dos Atingidos por Barragem. Os atingidos e membros de movimentos sociais e sindicatos ficaram insatisfeitos com o posicionamento da Metalúrgica e questionaram a suposta reabertura da Alumina. “Nós não sentimos firmeza nenhuma de que a empresa vai cumprir o que ela está propondo”, afirma o Presidente do Fórum Estadual Permanente de Saúde do Trabalhador, Jordano Carvalho. “A única coisa que a gente está vendo é a persistência pela demissão, mas nós vamos lutar firmemente para que isso não ocorra”, conclui.

De acordo com o Líder da Coordernação Política e Sindical dos Metalúrgicos de Ouro Preto, Roberto Wagner de Carvalho, as demissões abrangem um quadro de trabalhadores maior que da Redução II, cuja possui menos de cem funcionários. “Os outros funcionários que tiveram a demissão anunciada serão de setores que suprem essa redução, por exemplo, a fábrica de Pasta, Laboratórios, Almoxarifados e Oficinas que dão assistência à Redução II”, esclarece Roberto. “A gente entende que trabalhadores de 30 anos de trabalho deveriam ter seu direito adquirido de aposentadoria especial, uma vez que, a justiça reconhece isso. E a empresa em momento algum respeita, porque essas pessoas estão na lista para se desligarem da empresa sem se aposentar”, pontua.

O Presidente da Câmara, vereador Léo Feijoada (PSDB), afirma que foi uma Audiência Pública participativa. “É uma comoção ter 160 ouro-pretanos desempregados, a maioria pessoas com idade aproximada de 50 anos e alguns já apresentando problemas de saúde”, avalia o Presidente da Câmara. “Qual mercado de trabalho vai inserir uma pessoa que tem, por exemplo, problema de hérnia de disco? Sendo que este problema foi gerado dentro da própria empresa”, questina Léo Feijoada sobre o compromisso social da Metalúrgica.

Com o objetivo de fomentar os debates e favorecer a acessibilidade dos trabalhadores, o Presidente Léo Feijoada sugeriu a transferência de uma das Reuniões Ordinárias da Câmara Municipal para que seja realizada nas proximidades da sede da Novelis, em Saramenha.

Anterior Câmara aprova 1º Projeto de Lei da Legislatura 2013-2016 indicando intervalos nos semáforos durante as madrugadas

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.