Câmara homenageia historiadora e aprova projeto sobre sacolas plásticas

Câmara homenageia historiadora e aprova projeto sobre sacolas plásticas

Agraciada Deolinda dos Santos com os vereadores de Ouro Preto

Agraciada Deolinda dos Santos com os vereadores de Ouro Preto

Durante a reunião ordinária dos vereadores da última terça-feira (7), a Câmara de Ouro Preto homenageou a historiadora Deolinda Alice dos Santos, membro do Conselho de Cultura Municipal, com a Comenda Beatriz Brandão.

A entrega da Comenda, que é uma iniciativa da vereadora Crovymara Batalha (PMDB), há seis anos reconhece, bienalmente, cidadãos e instituições que contribuem para o desenvolvimento cultural e educativo da cidade.

Deolinda é também membro da Comissão Ouro-pretana de Folclore e foi indicada para receber a homenagem pelo Chefe de Gabinete da Prefeitura Municipal de Ouro Preto, Zaqueu Astoni, membro do Conselho da Comenda. “Eu venho trabalhando há muito tempo pela preservação da memória histórica e cultural do patrimônio não só de Ouro Preto, mas de outras cidades no Estado de Minas Gerais. Eu vejo essa homenagem como uma motivação, um incentivo, não só pra mim, mas para outras pessoas que trabalham em prol da identidade cultural da comunidade”, revelou a agraciada que lançará, em julho, o livro “Festejos Tradicionais Mineiros”.

Na noite do dia 25 de maio, dentro da edição 2011 da Comenda Beatriz Brandão, a Câmara homenageou outras três personalidades e uma instituição que prestam trabalhos relevantes nas áreas de Educação e Cultura em Ouro Preto: a ouro-pretana Afonsina Lima Silva Pereira, que trabalha há sete anos com reciclagem em nosso município; a presidente da APAE-Ouro Preto, Márcia Luíza de Vasconcellos Penna e Fortes; a vereadora Regina Braga; e a Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP), representada pela presidente Ana Pacheco.

Substituição de sacolas plásticas e alteração do plano de cargos da prefeitura

Ainda durante a reunião ordinária, os vereadores de Ouro Preto aprovaram dois importantes projetos para o município. Em atenção aos danos causados ao meio ambiente, os edis aprovaram o Projeto de Lei nº 09/2011, de autoria da vereadora Crovymara Batalha, que dispõe sobre a substituição de sacolas plásticas e sacos plásticos de lixos por materiais ecológicos que se desintegrem em até 20 meses. Os estabelecimentos de Ouro Preto terão o prazo de um ano para se adequar e, nesse período, deverão manter disponíveis cartazes e informativos que orientem os clientes a utilizarem embalagens ecológicas (de papel, tecido ou material biodegradável).

A Casa Legislativa aprovou também o Projeto de Lei Complementar nº 07/2011, que altera a descrição e qualificação dos cargos de Administrador de Empresa, Arquivista e Agente Cultural da Prefeitura de Ouro Preto. Para o cargo de Administrador de Empresa, o município estende a possibilidade de admissão ao profissional graduado em Administração Pública. Para o cargo de Agente Cultural, profissionais das áreas de artes, música ou história. Já para o cargo de Arquivista, o projeto visa regulamentar a profissão, exigindo como qualificação necessária o curso superior em Arquivologia.

Anterior Câmara leva palestra sobre drogas para alunos da Escola Padre Carmélio

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.