Vereadores iniciam atividades do ano a pleno vapor

Vereadores iniciam atividades do ano a pleno vapor

Vereador Flávio Andrade e Bruno Carvalho durante a Tribuna LivreO retorno das Reuniões Ordinárias da Câmara Municipal de Ouro Preto, na última terça-feira (2), foi marcado pela entrega de vários projetos de lei e pela Tribuna Livre, uma ferramenta democrática de manifestação e/ou apresentação de ideias e projetos de uso da população e de autoridades. “A primeira Reunião Ordinária foi muito produtiva, recebemos vários projetos que serão analisados nas Reuniões de Comissões e, posteriormente, votados pelos vereadores”, ressalta o presidente da Câmara, Júlio Pimenta (PPS).

Para Júlio Pimenta, a exemplo do sucesso das atividades legislativas no ano passado, a expectativa é que 2010 seja de muito trabalho e com novos projetos. “Vamos intensificar nossos trabalhos  com as Câmaras Itinerantes, percorrendo novamente todos os 12 distritos. Estamos aprimorando cada vez mais o trabalho legislativo. Neste ano, teremos todos os nossos serviços informatizados e disponibilizados na internet. Além disso, pretendemos realizar melhorias no espaço físico, a fim de ampliar o leque de serviços oferecidos”.

Tribuna Livre discute situação do Parque das Andorinhas

Durante a reunião, o operador de ecoturismo Bruno Carvalho usou a Tribuna Livre da Câmara para falar sobre o Parque Natural Municipal Parque das Andorinhas. Segundo Carvalho, há uma preocupação acerca da utilização correta do parque. Ele acredita que há distorções e irregularidades na utilização do local. “A minha proposta é de que se feche o parque para visitação, para fazer um  levantamento do potencial ecoturístico, de zoneamento real e de sinalização, por ser uma área que oferece riscos”, explica Bruno Carvalho.

De acordo com o vereador Flávio Andrade (PV), o Parque das Andorinhas existe desde de 1968, mas era apenas uma lei assinada no papel. No último mandato municipal, foi feita uma nova delimitação de sua área, com a criação do Parque Natural Municipal das Andorinhas, que agora está sendo implantado efetivamente.

“É claro que o parque não está pronto, há alguns problemas de dificuldade de acesso e de licitação. Contudo, já foram dados passos significativos para poder transformar aquela área em um local realmente de lazer, primeiro para o ouro-pretano e, num segundo momento, para a prática do turismo ecológico”, garante Flávio Andrade.

Para discutir a questão mais profundamente, a Mesa Diretora da Câmara vai convidar o assessor especial de Meio Ambiente, Ronald Guerra, o Roninho, para participar de uma Reunião Ordinária a fim de explicar a situação real do Parque das Andorinhas.

 

Anterior Câmara de Ouro Preto retorna com Reuniões Ordinárias

Deixe O Seu Comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.